A marca Cafés Camelo foi criada na altura da Guerra Civil Espanhola.
Dada a posição geográfica da vila de Campo Maior, os condicionalismos ao comércio transfronteiriço e a situação social e política dos dois países,
a Torrefacção Camelo floresceu graças à habitual prática do contrabando nas regiões raianas.
Desde então, os “Cafés Camelo” conquistaram a preferência da maioria dos lares da Extremadura espanhola e, ainda hoje, mantêm a liderança de mercado.
Em 2002, a Torrefacção Camelo expandiu a sua presença em Portugal, aproveitando as sinergias da sua integração formal no Grupo Nabeiro, transportando para o negócio a essência relacional da magia do café.
Os Cafés Camelo são uma marca de rosto humano e a relação com os seus clientes é em tudo idêntica ao senhor do balcão com o seu cliente de todas as manhãs: aprenderam juntos a confiar e a partilhar a vida no sabor e aroma de uma chávena de café.